Um cachorro energético ou um cachorro excitado?

Não são raras as vezes em que converso com tutores de cães e eles sempre me dizem que seu cachorro tem um nível altíssimo de energia. Eles se queixam que o cachorro não para nem por um minuto, mas quando conheço o cachorro noto que ele tem energia mediana, mas está preso em um estado mental muito excitado. Assim como encontro cães calmos e respeitosos, mas com a energia lá no céu, capazes de suportar cargas de exercícios como verdadeiros atletas olímpicos. E eles adoram isso.

Existe uma diferença entre excitação e energia altíssima; vou expô-las aqui e dar algumas dicas para lidar nas duas situações.

Cães extremamente excitados não nascem neste estado mental, mas geralmente aprendem a agir assim quando vem para o lado humano da força. Geralmente interpretamos o cachorro mais quieto como triste porque adoramos aquele filhote hiperativo que pula na gente e nos lambe feito um osso. Nós projetamos uma perspectiva humana na relação com os cães, porque queremos ter deles o que consideramos ser o afeto na linguagem humana. Desde que chegam em casa nós fazemos de tudo para que eles fiquem "felizes". Quando saímos de casa fazemos questão de nos despedir dando o máximo de afeto que podemos, beijamos e abraçamos. Na volta somos recebidos com alguma destruição, coisas mastigadas e sapatos destruídos, mas tudo bem, faz parte da vida de quem tem cachorro (sqn), então fazemos aquela festança para matar a saudade, corremos pelos cômodos da casa e em volta da mesa... O cachorro late e rosna nos mordendo delicadamente provocando sensíveis arranhões, depois escolhemos um brinquedo bem barulhento e continuamos a farra até nos sentirmos bem e com dever cumprido. Conseguimos compensar nossa ausência. Na verdade o que estamos construindo é um cachorro frustrado, confuso, sem regras é extremamente excitado.

Pensando em um cachorro energético podemos facilmente confundir com um cachorro excitado, pois um cão que não tem sua energia drenada com exercícios pode apresentar os mesmos comportamentos com alguns agravantes como agressividade, mutilação, comportamento obsessivo e compulsivo.

Para você descobrir com qual tipo cachorro você está lidando você precisa submetê-lo a um conjunto de atividades que vão demandar um certo comprometimento.

O cachorro excitado é um indivíduo que late excessivamente diante de situações novas, tem o rabo para cima abanando o tempo inteiro, puxa descontroladamente para chegar até a grama ou outro cachorro, não consegue ficar quieto e relaxar, rosna e late durante as brincadeiras, fica grunhindo quando precisa esperar, pula nas visitas e em você, não respeita o espaço de cães e pessoas, todas as ocasiões são como um evento para este cão.

Para ajudar um cachorro com estas características você deve seguir uma rotina bem estruturada, conforme os passos listados abaixo:

1) Evite falar com o cachorro, nosso tom de voz quase sempre traz excitação para os cães, o que pode agravar ainda mais o problema existente.

2) Pratique atividades físicas vigorosas como andar de bicicleta, patins ou skate. Corra ou faça caminhadas longas todos os dias preferencialmente pela manhã. Garante que a necessidade de exercício do seu cachorro seja satisfeita.

3)Ao sair de casa, escolha um lugar para deixar o cachorro e não permita que ele te siga pela casa. Não dê tchau, e não se sinta mal por deixar seu cão sozinho. É natural para os cães descansarem depois da atividade física, e deixá-lo em casa num estado mental relaxado é essencial para construir um comportamento calmo e submisso.  Deixe alguma distração como um brinquedo interativo ou algo para morder.

4) Quando chegar em casa pratique com muita força de vontade, não tocar, não olhar e não fazer contanto visual até seu cachorro se acalmar, assim você estará contribuindo de forma positiva para sua recuperação, e ele vai entender que afeto se recebe com calma, e não excitação.

5) Oriente os visitantes a fazerem o mesmo. Escolha um lugar para o cão ficar enquanto as visitas entram, e supervisione a sua interação com as visitas sempre, não permitindo que ele fuja das regras estabelecidas por você.

6) Ignore todos os sinais de excitação do cachorro.

7) Para lidar com seu cachorro use esta ordem: exercício, disciplina e por último afeto.

Cachorro com energia alta também fica inquieto, mas descansa quando sua energia está drenada, geralmente gostam de puxar quando começam a passear. Esse tipo de cachorro está sempre olhando pra você em busca de algo para fazer. Para satisfazer este cachorro você precisa de um verdadeiro programa de exercício:

1) Se você não tem tempo, mas tem uma cachorro nessa condição, contrate alguém que possa ajudá-lo com passeios e compre um esteira.

2) Durante os passeios utilize um mochila canina com algum peso para aumentar o desafio da caminhada.

3) Use bicicleta, patins ou skate para fazer o cão correr.

4) Cães de trabalho geralmente tem energia alta e necessidades específicas, pesquise sobre a raça de seu cão para direcionar uma atividade complementar que atenda às necessidades da raça como farejar, buscar ou caçar brinquedos.

5) Não falhe em cumprir a rotina do cachorro. Lembre-se eles não têm noção de finais de semana ou feriados.

Se você não tem certeza de como é seu cachorro, combine as duas estratégias acima, elas são poderosas para ambos. E lembre-se que, seu cão está sempre se comunicando com você, te mostrando sinais bons e ruins; é seu papel exercer a função de líder e proporcionar ao seu cão a melhor orientação possível.